Últimas Notícias do Encontro Bilderberg 2001: Confrontos com membros, Parlamentar europeu tratado com violência, garotos de programa gays, lista de participantes e muito mais


O circo pegou fogo em St. Moritz desde o nosso último artigo sobre a reunião do grupo Bilderberg deste ano. A reunião acabou neste a 1:30 da tarde deste domingo e podemos dizer que este ano houve um grande avanço em relação aos anos anteriores. Neste post iremos cobrir os últimos eventos desde a última quinta-feira (este post poderá ser atualizado durante os próximos dias). Veremos que, após o adiamento do encontro devido a uma suposta ameaça de bomba, a reunião teve início desta sexta, e uma legião de ativistas estava lá para mostrar sua indignação, incluindo um membro do parlamento suíço, Dominque Baettig, que exigiu entrar no encontro, enquanto outro parlamentar europeu foi tratado com violência pela segurança. Veremos também que neste ano foi organizado um encontro paralelo, chamado “Transparência BIlderberg”, onde ativistas e até mesmo 3 membros do parlamento suíço discursaram e trocaram informações. Veremos ainda uma polêmica informação, que um grupo de garotos de programa gay foram contratados com caches altíssimos para servir os abonados membros da elite. Por último você poderá encontrar uma lista com os participantes que foi divulgada pela mídia suíça, com a adição de outros membros que foram avistados pela mídia independente. Veja abaixo os detalhes:

Parlamentar europeu é expulso com violência pela segurança do evento

Na quinta-feita um membro italiano do Parlamento Europeu foi violentamente agredido pelos seguranças no lado de fora do local da conferência. Mario Borghezio tentou entrar na conferência, mas foi recebido com uma resposta hostil da segurança e da polícia. Os relatórios que circulam no dia sugeriam que Borghezio havia sido empurrado e teve ainda o nariz quebrado. “Borghezio anunciou numa conferência de imprensa na sexta-feira que ele iria trazer acusações legais em conexão com o incidente“, relata o jornal suíço Swiss Info.
A embaixada italiana em Berna também exigiu que seja realizada uma investigação a respeito do incidente.

Membro parlamento suíço tenta entrar na reunião sem ser convidado

Em outro momento, uma pequena delegaçãoatravessou os portões da Casa Suvretta Hotel, e se apresentou ao chefe de segurança do encontro. “Eu gostaria de entrar“, disse o suíço Dominique Baettig MP. “Eu sou um membro do parlamento suíço, e eu gostaria de entrar“.

Sinto muito“, disse o chefe da segurança. “Mas não“. Diante da negativa, a delegação deixou o local pacificamente. Funcionários eleitos têm sido, desde o início da conferência, convidados a participar das reuniões do grupo Bilderberg. Primeiros-ministros, presidentes, secretários de Estado, Ministros, Governadores e deputados do Parlamento. Mas nunca, até ontem à noite, um funcionário eleito foi ao encontro Bilderberg sem ter sido convidado. Junto com o caso de Mario Borghezio, esta foi a primeira vez que o lado de “fora” do encontro dos Bilderberg teve representação oficial. Veja abaixo uma entrevista (em inglês) feita com Dominique Baettig:

Bilderbergs são confrontados durante caminhada

Um vídeo surpreendente foi feito mostrando importantes membros do grupo Bilderbergsendo confrontados por manifestantes enquanto eles caminhavam a pé pela estrada de montanha em direção ao Hotel Suvretta. Participante das reuniões do grupo raramente se aventuram fora do perímetro do hotel. Os Bilderbergs que podem ser vistos no vídeo são: Peter Mandelson (importante político britânico), Eric Schmidt (presidente e CEO da Google), Peer Steinbrück (ministro das finanças da Alemanha), Franco Bernabe (banqueiro italiano e presidente executivo da Telecom Italia), Jacob Wallenberg (banqueiro suíço), e Thomas Enders (CEO da Airbus e presidente da Federação da aviação e da indústria espacial alemã).
Em uma das cenas, um manifestante explica como ele teve uma conversa com um membro do Grupo Bilderberg que arrogantemente lhe disse que o grupo Bilderberg estava ocupado “ajustando a sua agenda” e que os manifestantes não deveriam incomodá-los.
O Bilderberger alemão Thomas Enders diz a um manifestante, “não se preocupe com isso“, quando ele reclama que o grupo Bilderberg é antidemocrática.

Veja abaixo o vídeo do confronto:

Me parece um pouco do uso de psicologia reversa. Eles mostram as caras e não impoem um perímetro de isolamento de várias milhas ao redor do hotel como foi feito nos últimos anos. Seria uma forma de tentar mostrar que eles não tem nada para esconder?

Transparência Bilderberg 

O tamanho e a seriedade do ativistas de “fora” do evento estão finalmente começando a se comparar com a dimensão e a seriedade da própria conferência. A imagem e o entendimento do encontro do grupo Bilderberg está mudando, e as pessoas estão mudando ao seu redor. A cada ano fica melhor.

Dois anos atrás, na Grécia, foi um desastre. Alguns blogueiros determinados sendo revistados. Alguns relatos aqui e ali na mídia alternativa. E a polícia grega foi uma desgraça absoluta. Em St. Moritz, dois anos mais tarde, a coisa foi outra.

Este ano, pela primeira vez, a conferência alternativa começou a se assemelhar a um encontro de jornalistas sérios: houve até mesmo um centro de imprensa em St Moritz, com reuniões com a imprensa, reuniões com ativistas, atualizações de texto; uma organização chamada “Transparência Bilderberg” estava realizando debates no hotel Randolins.

Três deputados suíços falaram no Randolins durante o evento, e é claro, tivemos as “invasões” do Hotel Suvretta nas noites de quinta e sexta. Um resultado desta delegação que enfrentou até a chuva é que o Parlamento suíço debaterá na próxima semana, os erros e acertos do grupo Bilderberg. Assim, uma conferência que durante anos tinha apenas sido reconhecido agora está sendo desafiada, questionada e analisada.

Garotos de programa

Após vários relatos de que garotos de programas gay seriam transportados para um local nas cercanias do Hotel Suvretta em que os membros do Grupo Bilderberg estavam hospedados em St. Moritz, os membros da Confabulação elitista foram posteriormente fotografados deixando as luxuosas instalações do El Paradiso (foto abaixo) e voltando para o hotel.
Indicações de que garotos de programa seriam disponibilizados para os membros de Bilderberg começaram na noite de sexta-feira depois de uma conversa da equipe do site inforwars com uma fonte que trabalhava no balcão de um hotel não muito longe do hotel do evento.

Embora extremamente relutante em fornecer detalhes num primeiro momento, a fonte, um jovem homossexual em seus 20 anos, admitiu para para a equipe que ele iria ser levado de helicóptero na manhã do sábado para o resort El Paradiso para servir um grupo de pessoas muito importantes. O El Paradiso é um refúgio de luxo que se gaba em seu site sobre como ele fornece todos os tipos de serviços para mimar os seus clientes. Ele está localizado cerca de 10 minutos de carro até a estreita estrada montanhosa que leva ao Hotel Suvretta, que hospedava o grupo.

Na sequencia da conversa, o indivíduo deixou claro que o trabalho não era apenas para trabalhar no bar ou servir às mesas. A fonte disse à equipe do infowars  ele estava sendo pago quantias enormes de dinheiro para o trabalho e que ele tinha sido contratado anteriormente para funções semelhantes por pessoas muito ricas. O jovem informou como na última ocasião ele foi recebido com uma revista completa de corpo inteiro antes de poder entrar no prédio, e após receber uma túnica branca foi revistado novamente.
Independente de nossa fonte, outros jornalistas, incluindo Charlie Skelton do Guardian, descobriram que os membros do grupo Bilderberg estavam planejando visitar El Paradiso, e rumores de garotos de programa continuaram a circular.

Poucas horas depois, os membros do Grupo Bilderlbergforam vistos deixando El Paradiso e fazendo o caminho de volta através de um teleféricos para o hotel Suvretta para descer a montanha. Você pode ver à esquerda uma foto de Eric Schmidt, presidente executivo Google, voltando do hotel. Neste artigo da infowars você encontra todas as fotos.

Como o New York Post informou durante o encontro de 2004 do Bohemian Grove(encontro ocultista da elite), que conta entre os seus membros muitos dos mesmos indivíduos que participam do Bilderberg, a estrela pornô gay Chade Savage foi enviada para “servir” os magnatas da elite presentes.

Lista de Participantes

Graças ao fantástico trabalho de ativistas,  jornalistas e os meios de comunicação suíços, fomos capazes de obter a lista oficial completa dos participantes doencontro do Grupo Bilderberg de 2011. Rotineiramente, alguns membros solicitam que seus nomes sejam mantidos fora da lista, mas a imprensa independente e suíça no local conseguiram confirmar a presença das seguintes pessoas que não se encontram na lista divulgada pela imprensa suíça: Anders Rasmussen, atual Secretário Geral da NATO, Angela Merkel, chanceler alemã, José Luis Zapatero, Primeiro Ministro espanhol, Bill Gates, o magnata da Microsoft e chefe da Fundação Gates e Robert Gates, o atual Secretário de Defesa dos EUA.

Bélgica
Luc Coene, Governador, Banco Nacional da Bélgica
Étienne Davignon, Ministro de Estado e Presidente do Grupo Bilderberg
Thomas Leysen, presidente da Umicore

China
Ying Fu, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros
Yiping Huang, professor de Economia do Centro para Pesquisas Econômicas da China, da Universidade de Pequim

Dinamarca
Anders Eldrup, CEO da Dong Energy
Ulrik Federspiel, Vice-Presidente, Assuntos Globais, Haldor Topsoe A/S
Peter Schütze, membro da Diretoria Executiva, Nordea Bank AB

Alemanha
Josef Ackermann, presidente do Conselho de Administração eo Comitê Executivo do Grupo, o Deutsche Bank
Thomas Enders, CEO da Airbus SAS
Peter Löscher, Presidente e CEO da Siemens AG
Matthias Nass, Correspondente Internacional chefe, Die Zeit
Peer Steinbrück, membro do Parlamento alemão e ex-Ministro das Finanças

Finlândia
Matti Apunen, Diretor de Negócios e Fórum Político da EVA finlandêsa
Ole Johansson, presidente da Confederação das Indústrias finlandesa EK
Jorma Ollila, presidente da Royal Dutch Shell
Mikael Pentikäinen, Publisher e Editor Chefe da Sanomat, Helsingin

França
Nicolas Baverez, Sócio da Gibson, Dunn & Crutcher LLP
Nicolas Bazire, diretor Groupe Arnault/ LVMH
Henri de Castries, presidente e CEO da AXA
Maurice Lévy, presidente e CEO da Publicis Groupe SA
Thierry de Montbrial, presidente do Instituto Francês de Relações Internacionais
Olivier Roy, professor de Teoria Política e Social do Instituto Universitário Europeu

Grã-Bretanha
Marcus Agius, presidente do banco Barclays PLC
Douglas J. Flint, presidente do grupo HSBC Holdings
John Kerr, Membro da Câmara dos Lordes, Vice-Presidente, Shell holandês real
Richard Lambert, director não executivo independente da Ernst & Young
Peter Mandelson, Membro da Câmara dos Lordes; Presidente do Conselheiro Global
John Micklethwait, Editor-Chefe da revista The Economist
George Osborne, o Chanceler do Tesouro (ministro das finanças e economia)
Rory Stewart, Membro do Parlamento
J. Martin Taylor, presidente da Syngenta International AG, empresa suíça de bio-tecnologia e transgênicos

Grécia
A. George David, presidente da Coca-Cola H.B.C. S.A.
Gikas A. Hardouvelis, Economista-Chefe e Chefe de Pesquisa, EFG Eurobank
George Papaconstantinou, Ministro das Finanças
Loukas Tsoukalis, presidente, ELIAMEP Grisons

Organizações Internacionais
Joaquín Almunia, Vice-Presidente da Comissão Europeia
Frans van Daele, Chefe de Gabinete do Presidente do Conselho Europeu
Neelie Kroes, Vice-Presidente da Comissão Europeia, Comissário para a Agenda Digital
Pascal Lamy, director-geral da Organização Mundial do Comércio
Herman van Rompuy, Presidente do Conselho Europeu
Josette Sheeran, Diretor Executivo do Programa das Nações Unidas Mundial da Alimentação
Javier Solana Madariaga, Presidente, Centro ESADEgeo para a economia global e geopolítica
Jean-Claude Trichet, Presidente do Banco Central Europeu
Robert B. Zoellick, Presidente do Grupo Banco Mundial

Irlanda
Paul Gallagher, Conselheiro Senior, ex-procurador-geral
Michael McDowell, Conselheiro Sênior, Biblioteca de Direito, ex-primeiro-ministro-adjunto
Peter D. Sutherland, presidente da Goldman Sachs International

Itália
Franco Bernabé, CEO da Telecom Italia SpA
John Elkann, presidente da Fiat S.p.A.
Mario Monti, presidente Univers Commerciale Luigi Bocconi
Paolo Scaroni, CEO da Eni S.p.A.
Giulio Tremonti, Ministro da Economia e das Finanças

Canadá
Mark J. Carney, o governador do Banco de Portugal
Edmund Clark, Presidente e CEO, Grupo TD Bank Financial
Frank McKenna, presidente adjunto TD Bank Financial Group
James Orbinksi, Professor de Medicina e Ciência Política da Universidade de Toronto
J. Robert S. Prichard, Presidente Torys LLP
Heather Reisman, Presidente e CEO da Indigo Books & Music Center Inc., Brookings Institution

Holanda
Marc J. Bolland, Chefe do Executivo, Marks and Spencer Group plc
Marc E. Chavannes, colunista político da NRC Handelsblad, Professor de Jornalismo
Víctor Halberstadt, professor de Economia da Universidade de Leiden, ex-Secretário-Geral Honorário dos Encontros do Grupo Bilderberg
Rainha da Holanda
Uri Rosenthal, Ministro dos Negócios Estrangeiros
Jaap W. Winter, Sócio da De Westbroek Blackstone Brauw

Noruega
Egil Myklebust, presidente da antiga da Câmara, sk do SAS Administração Hydro ASA
Príncipe Haakon da Noruega
Ole Petter Ottersen, Reitor da Universidade de Oslo
Erna Solberg, Líder do Partido Conservador

Áustria
Oscar Bronner, CEO e Publisher Standard Medien AG
Werner Faymann,  Chanceler Federal
Walter Rothensteiner, presidente do conselho, Raiffeisen Zentralbank Österreich AG
Rudolf Scholten, membro da Diretoria Executiva, Oesterreichische Kontrollbank AG

Portugal
Francisco Pinto Balsemão, presidente e CEO da IMPRESA, SGPS e Ex-Primeiro Ministro
Clara Ferreira Alves, CEO, Claref LDA; escritor
António Nogueira Leite, membro do conselho, José de Mello Investimentos, SGPS, SA

Suécia
Alexey A. Mordashov, CEO da Severstal, empresa de mineração e metalurgia
Schweden
Carl Bildt, Ministro dos Negócios Estrangeiros
Ewa Björling, Ministro do Comércio
Jacob Wallenberg, presidente da Investor AB

Suíça
Peter Brabeck-Letmathe, presidente da Nestlé S.A.
Hans Groth, Diretor Sênior de Política de Saúde e Acesso a Mercados, Unidade de Negócios de Oncologia da Pfizer Europa
Barbara Janom Steiner, Chefe do Departamento de Justiça, Segurança e Saúde de Cantão
André Kudelski, Presidente e CEO, SA Grupo Kudelski, do setor de segurança digital
Doris Leuthard, Conselheira Federal
Martin Schmid, presidente, do Governo do cantão dos Grisões
Rolf Schweiger, Ständerat
Rolf Soiron, presidente do conselho, Holcim Ltd. (produtoras de cimento e de concreto), Lonza Ltd. (setor de químicos e bio-tecnologia)
Daniel L. Vasella, presidente da Novartis AG (gigante do setor farmacêutico)
Jürg Witmer, presidente da Givaudan SA (maior empresa de aromatizantes e fragrâncias) e Clariant AG (setor químico)

Espanha
Juan Luis Cebrián CEO DA PRISA (conglomerado de mídia)
María Dolores de Cospedal, SecretáriA Geral do Partido Popular
Bernardino León Gross, secretário-geral da Presidência espanhola
Juan María Nin Génova, Presidente e CEO da La Caixa
Rainha Sofia de Espanha

Turquia
Süreyya Ciliv, CEO, Hizmetleri Iletisim Turkcell AS
Tayyibe Gülek Domac, ex-Ministro, de Estado
Mustafa V. Koç, presidente da Holding Koç A.S.
Sefika Pekin, Sócio Fundador Pekin & Law Firm Bayar

EUA
Keith B. Alexander, comandante USCYBERCOM; Diretor, Agência de Segurança Nacional
Roger C. Altman, presidente da Evercore Partners Inc.
Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon.com
C. Timóteo Collins, CEO da Ripplewood Holdings, LLC
Martin Feldstein,  George F. Baker Professor de Economia da Universidade de Harvard
Reid Hoffman, Co-fundador e presidente executivo do LinkedIn
Chris R. Hughes, Co-fundador da Facebook
Kenneth M. Jacobs, presidente e CEO, Lazard
James A. Johnson, vice-presidente da Perseus, LLC
Vernon E. Jordan Jr., Diretor Sênior Lazard Frères & Co. LLC
John M. Keane, sócio sênior, sócios SCP; Geral, Exército dos EUA
Henry A. Kissinger, presidente da Kissinger Associates, Inc.
Klaus Kleinfeld, presidente e CEO da Alcoa
Henry R. Kravis, co-presidente e co-CEO, Kohlberg Kravis, Roberts & Co.
Marie-Josée Kravis, membro sênior do Instituto Hudson, Inc.
Cheng Li Fellow, Sênior e Diretor de Pesquisa John L. Thornton China Center, Brookings Institution
Craig J. Mundie, Investigação, e Diretor de Estratégia, Microsoft Corporation
Peter R. Orszag, vice-presidente, o Citigroup Global Markets, Inc.
Richard N. Perle, membro residente do Instituto Empresarial Americano de Pesquisa de Políticas Públicas
David Rockefeller, ex-presidente do Banco Chase Manhattan
Charlie Rose, editor executivo e âncora, Charlie Rose
Robert E. Rubin, Co-presidente do Conselho de Relações Exteriores (CFR), ex-secretário do Tesouro
Eric Schmidt, presidente executivo Google Inc.
James B. Steinberg, Secretário de Estado Adjunto
Peter A. Thiel, Presidente, Clarium Capital Management, LLC
Christine A. Varney, procurador-geral assistente em temas antitruste
James W. Vaupel, Diretor Fundador do Instituto Max Planck de Pesquisas Demográficas
Kevin Warsh, ex-governador, Federal Reserve Board
James D Wolfensohn. Wolfensohn, Presidente & Company, LLC

Fontes:
Swiss Info: Italy complains over Bilderberg incident
The Guardian: Bilderberg 2011: The opposition steps up
AFP: VIPs, conspiracy theorists descend on Swiss resort
The Local: MEP ‘bloodied’ sneaking into Bilderberg hotel
New York Post: Gay Porn Star Services Bohemian Grove Members
Infowars: Bilderberg Security Assaults EU Members of Parliament


Esse post foi publicado em BILDERBERG. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s