O Tiroteio no Cinema em ‘Batman’ foi um Assassinato Ritualístico Realizado por um Escravo do controle da Mente ?


 Quando eventos terríveis, como o infame “Tiroteio do Batman” ocorrem, eu tendo a não ter uma reação instintiva de gritar “É uma conspiração”, porque, obviamente, às vezes não é. Mas em alguns casos, como esse, algumas informações começam a vazar, sincronicidades estranhas começam a vir à tona e, a certa altura, não se pode deixar de pensar “hmm”, “hein?” e “o quê?”. Peças do quebra-cabeça começam a se juntar e, quando se tem consciência do simbolismo e do funcionamento da elite oculta, a coisa toda começa a parecer um grande ritual sombrio e perturbador que foi realizado por um bode expiatório pré-programado. Não, não vou dizer que eu solucionei o caso, mas aqui estão alguns fatos que simplesmente não podem ser negligenciados.


Um Escravo de Mente Controlada

Novas informações sobre James Holmes (que fez de si mesmo “O Coringa”) chegam à tona e muitos fatos apontam em direção a um homem que é propenso a ter ‘alter-personas’, mergulhando-se em  “mundos internos” e, geralmente, exibindo o comportamento de qualquer esquizofrênico ou um alguém programado. Obviamente, em um estado alterado da mente mente e provavelmente incorporando uma ‘alter-persona’ completamente diferente, Holmes disse à polícia que no momento de sua prisão ele era “O Coringa”. Neste artigo publicado no The Telegraph, Holmes estava fixado no conceito de estados alterados da mente.


“Depois do massacre, Holmes calmamente disse aos detetives que ele tinha tomado 100mg do analgésico Vicodin, e se identificou como” O Coringa “. O mesmo medicamento foi encontrado no organismo do ator Heath Ledger quando ele morreu de uma overdose acidental de medicamentos em 2008. Ledger interpretou o Coringa no filme anterior, “Batman O Cavaleiro das Trevas”. Os efeitos colaterais do Vicodin podem incluir paranóia, euforia e, em casos raros, alucinações.

O vídeo de Holmes foi levado a Miramar College, em San Diego, e mostrou-lhe explicando que “as ilusões temporais” são “ilusões que lhe permitem mudar o passado”. Holmes disse que ele estava trabalhando em “experiência subjetiva, que é o que ocorre dentro da mente em oposição ao mundo externo”.

– Fonte: The Telegraph


De acordo com fontes de notícias, Holmes estava em um programa de doutorado em neurociência da Universidade de Colorado. Poderia esse local prestigiosamente acadêmico, dedicado ao estudo do funcionamento do cérebro e do comportamento humano, também, ser o local da programação de controle mental de Holmes? Os conceitos acima referidos como “ilusões que lhe permitem mudar o passado” e “experiência subjetiva” são muito parecidos com a programação de ‘alter-personas’ de controle mental, onde as ilusões são realmente usadas ​​para criar passados ​​falsos em ‘alter-personas MK’.

Após sua prisão, Holmes parecia estar completamente dissociado da realidade, como se ainda incorporasse o personagem.


“Holmes ainda não apresentara quaisquer sinais de remorso e seu comportamento é relatado como sendo errático e bizarro. De acordo com um prisioneiro recentemente libertado, “Ele estava cuspindo na porta e cuspindo nos guardas. Ele está cuspindo em tudo. O cara estava louco. “

– Fonte: The Examine


A Estranha Conexão Batman

 Heath Ledger e o ‘um olho’, como o Coringa neste cartaz 
do filme. Há alguma coisa Illuminati acontecendo aqui.

Como dito acima, Holmes tingiu o cabelo de laranja e alegou que era “O Coringa” – interpretado por Heath Ledger na edição anterior da série “Batman, O Cavaleiro das Trevas”. Nós já vimos em artigos anteriores (nomeadamente O Imaginário de Doutor Parnassus e o Sacrifício de Heath Ledger), que há muitos fatos estranhos e ritualísticos em torno da morte de Heath Ledger depois que ele interpretou o personagem sombrio e perturbado do Coringa, um papel que, aparentemente, teve um efeito sobre a saúde do ator.

O atirador James Holmes chegou ao ponto de tomar Vicodin, uma droga encontrada em Heath Ledger, no momento da sua morte. Vicodin é um poderoso analgésico com efeitos parecidos com o da morfina que são usados ​​no controle mental para “manipular” as vítimas.

Existe algum tipo de conexão ritualística entre O Cavaleiro das Trevas, a morte sacrificial de Heath Ledger e o novo filme de Batman que foi “lançado” com um assassinato em massa? Existe uma razão pela qual esse assassinato em massa, que ocorreu durante a meia-noite de um filme chamado Cavaleiros das Trevas RESSURGINDO acontecer em uma cidade chamada Aurora, o nome da deusa romana do amanhecer (aurora é o período em que o sol começa a subir)? Outro fato interessante: Aurora é considerada a mãe da estrela da manhã, também conhecida como o Portador de Luz, ou Lúcifer.
 
Sincronicidade da Cultura Pop

Como é sempre o caso nesses mega-rituais, o evento parece ter sido “anunciado” nos meios de comunicação. Coincidência, premeditação, ou sincronicidade? Não tenho certeza, mas aqui estão algumas coisas estranhas que apareceram na mídia antes do tiroteio:

Lançado apenas alguns dias antes do tiroteio, o vídeo de Lil Wayne, “My Homies Still”
 apresenta ele e seus meninos sentados em uma sala de cinema cheia de esqueletos. Além
 dessa cena assustadoramente profética, o vídeo apresenta muitos manequins 
desmembrados, um símbolo associado ao Controle Mental.

Mostrado logo antes da exibição fatal de “O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, o 
trailer do filme “Gangster Squad” termina com um grande tiroteio em um cinema.


No trailer, gangsters saem da tela do cinema e começam a atirar na multidão. 
Estranho que as pessoas no “tiroteio do Batman” real viram isso antes que acontecesse 
com elas. A ficção na verdade se transformou em realidade minutos depois.

Esta página de quadrinhos de 1986 “Batman: O Cavaleiro das Trevas Retorna” apresenta 
um homem louco que mata três pessoas em uma sala de cinema. Nos quadrinhos, a 
mídia, em seguida, afirma que o tiroteio foi inspirado pelo Batman.

O tiroteio no filme Batman foi um mega-ritual realizado pela elite oculta e sua mídia de massa apêndice? Não é possível dizer ao certo, mas um monte de informações que está surgindo leva observadores atentos a perceber: “Tem alguma coisa estranha nisso.” Como é sempre o caso desses tipos de eventos, a “investigação” provavelmente irá começar e terminar com o proverbial “louco solitário”, o único psicopata louco ao qual todos os dedos serão apontados. Houve pessoas puxando suas cordas? Talvez, mas a mídia sempre mostra os bonecos, nunca os mestres das marionetes.

Alguns podem perguntar: “Por que ‘eles’ ainda querem realizar esses tipos de rituais?” É realmente muito difícil de computar esses eventos sem levar em conta sua mentalidade, que é sobre magia, numerologia, simbolismo e o poder dos rituais. Sacrifícios de sangue são as formas mais potentes do ritual e as pessoas que testemunham e emocionalmente participam desses rituais, fazem com que eles ganhem mais potência. Agora, o mundo inteiro está com os olhos voltados para a cidade de Aurora. E enquanto os cidadãos indignados em toda a América procuram um culpado para pagar por esse ato horrendo, os autores intelectuais reais por trás dele só vão sentar e apreciar o show.

Fonte: VC


Esse post foi publicado em Cuidado, Ocultismo Illuminatis. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s